Há muita segurança nas plataformas corporativas do Google

As crescentes ameaças à segurança da informação e o aumento considerável do número de dispositivos conectados às redes das empresas fez com que o nível de segurança corporativa seja mais eficiente e proativo. Imagine detectar um caso de phishing pela utilização de uma conta de e-mail pessoal na rede da sua empresa? E se um usuário convidado conseguir acessar uma sessão ativa de outro usuário da sua empresa sem ter que utilizar uma senha? São muitos os exemplos de falhas de segurança que podem acontecer em uma empresa.

A segurança da informação já não é mais só uma preocupação para as grandes empresas, as pequenas e médias organizações devem estar atentas para os riscos que existem e precisam garantir que a sua operação e a sua informação estejam protegidas de ataques maliciosos. Ao contrário do que muitos pensam, há mais segurança na Nuvem do que em muitas infraestruturas on premises. Atualmente ambientes Cloud estão sendo a escolha principal das empresas para guardarem ativos importantes do negócio e aplicações que sustentam a sua produtividade e por isso é importante optar por soluções que se preocupam com a segurança.

Os mercados estão se adaptando às novas tecnologias em Nuvem e criando normas e regras para garantir a segurança da informação e dos usuários. Na Europa, o GDPR já é uma realidade. No Brasil as mudanças já começam a aparecer. Recentemente, em Abril de 2018, o Conselho Monetário Nacional aprovou uma resolução que obriga as instituições financeiras a terem controles e sistemas robustos para se protegerem de ataques cibernéticos. É uma forma de garantir que as instituições continuem procurando por inovações tecnológicas em ambiente Cloud, mas que não se esqueçam da segurança.

A Nuvem trouxe um novo nível de segurança para as organizações e o fato ser um recurso acessível a todos os tipos de empresas, independente do porte ou segmento, democratizou o seu uso, e o Google contribuiu definitivamente para esta realidade.

Com uma grande quantidade de soluções e serviços online, o Google definitivamente se preocupa com a segurança da infraestrutura dos clientes com o maior nível de exigência possível. O modelo de segurança do Google está organizado em camadas, desde a segurança física dos data centers, do hardware e do pacote de software que compõem a infraestrutura, passando naturalmente pela proteção dos próprios usuários e de suas informações.


Inovação permanente

A infraestrutura segura do Google é usada para suportar os seus serviços, incluindo serviços públicos de Pesquisa, o Gmail, ou os serviços corporativos, como o G Suite e o Google Cloud Platform. Sempre alinhado com as necessidades do mercado, o Google tem melhorado constantemente os níveis de segurança da sua plataforma Cloud (GCP) e as aplicações de produtividade do G Suite. Exemplo disso foram as novidades lançadas no último evento Google Cloud Next ’17, no qual o Google informou sobre a disponibilidade de novos mecanismos de proteção, como o Identify-Aware Proxy, o Data Loss Prevention (DLP) ou o Key Management System for GCP, que permitem aos administradores gerirem melhor a proteção de aplicações, dados, usuários e infraestruturas. Da mesma forma, a inovação através da introdução de tecnologias de machine learning e de mecanismos de correlação de eventos para detectar de forma preventiva comportamentos maliciosos, está sendo conduzida pelo Google para complementar as capacidades de segurança de toda a oferta em Nuvem.

A parceria estratégica com empresas de segurança é outra forma encontrada pelo Google para que as organizações se beneficiem das soluções Cloud em total segurança. O Google está trabalhando com vários fornecedores líderes de mercado para oferecer soluções que complementam os recursos do Google Cloud Platform e permitem que os clientes aproveitem as ferramentas existentes desses fornecedores na nuvem. Essas soluções de parceiros cobrem um amplo conjunto de necessidades de segurança corporativa, como prevenção avançada de ameaças, conformidade, segurança de data centers, serviços de segurança gerenciados e muito mais.

As grandes empresas do mercado já escolheram migrar para a Nuvem Google. A confiança na segurança da informação, a flexibilidade nos serviços para se adaptarem às necessidades do mercado são fatores de decisão.

Para a Airbus, o aumento da eficiência operacional foi consideravelmente positiva. A empresa utiliza o Google Cloud Machine Learning para automatizar processos de detecção e correção de imagens de satélite que contêm imperfeições, com a presença de formações de nuvens. A capacidade de detectar padrões em imagens de satélite, como a diferença entre neve e nuvens, é fundamental para os usuários da defesa e do espaço da Airbus que dependem de informações altamente precisas, atualizadas e confiáveis.


Produtividade G Suite com mais segurança

Ao contratar os serviços Google para a sua empresa, os gestores estão protegendo de forma transversal toda a sua infraestrutura, incluindo as suas máquinas, aplicações e os usuários, aumentando as defesas contra ameaças internas ou externas. Por exemplo, no pacote G Suite os administradores têm total controle das ferramentas de produtividade (e-mail empresarial, videoconferências, armazenamento na Nuvem e compartilhamento de arquivos), e por meio de um painel de controle, eles definem os requisitos de autenticação, proteção dos recursos e o controle operacional que querem implementar internamente. Este controle inclui também autorização de aplicações de terceiros e para dispositivos móveis.

Quanto mais confiança se criar no uso das soluções de produtividade do Google, maior será o interesse dos gestores em usarem a Nuvem e, consequentemente maior será a utilização, a produtividade dos colaboradores, a otimização dos processos e a rentabilidade do negócio.

Recentemente, a Spotify decidiu migrar para a plataforma na Nuvem Google (GCP) para otimizar sua infraestrutura de dados e serviços e levar a experiência musical com mais de 2 bilhões de playlists para mais de 75 milhões de usuários.


Uma nuvem de informação confidencial

Todos os produtos do Google, incluindo o Google Cloud Platform, são criados tendo a segurança como principal elemento de desenvolvimento. Os gestores podem ficar tranquilos, já que as informações corporativas estarão sempre seguras. Os serviços do Cloud Platform criptografam os dados do cliente automaticamente. As mesmas políticas de criptografia e gerenciamento de chaves e bibliotecas de criptografia usadas nos dados do Google Cloud Platform são aplicadas nos outros vários serviços corporativos do Google. O Google garante que não acessa e nem usa os dados do cliente, exceto quando necessário para fornecer serviços contratados.


Equipe de Segurança do Google sempre alerta

O monitoramento das operações dos clientes Google é, sempre que possível, automatizada, para controlar a necessidade de acessos privilegiados a determinadas operações. Isso inclui exigir aprovações duplas para algumas ações e introduzir APIs limitadas que possibilitam a depuração sem expor informações confidenciais. As equipes de segurança do Google, ou Red Teams, monitoram ativamente os padrões de acesso e investigam eventos incomuns. Para detectar intrusões, as equipes Google estão sempre alerta a todos os sinais de ameaças e riscos, preparadas para entrar em ação 24 horas por dia, 365 dias do ano.


Auditoria de terceiros garantem compliance

O Google Cloud Platform e o G Suite atendem aos rigorosos padrões de compliance e de privacidade que verificam a proteção, a privacidade e a segurança dos dados. A abordagem da auditoria de terceiros realizada no Google é muito abrangente e permite oferecer garantias sobre o nível de segurança das informações do Google em termos de confidencialidade, integridade e disponibilidade. Os clientes podem usar os resultados dessas auditorias para avaliar de que modo os produtos do Google atendem às suas necessidades de compliance e de processamento de dados.

O Google investe muito na segurança para garantir que as empresas possam operacionalizar os seus negócios em ambientes seguros e altamente produtivos na Nuvem. No entanto é importante que as empresas criem políticas para aumentar o nível de segurança da informação, com regras internas que proíbam os usuários finais de compartilharem informações importantes fora da sua rede corporativa ou infraestrutura de Nuvem pública (isto é, prevenção de perda de dados). As ações de capacitação dos colaboradores sobre proteção e segurança também são sempre muito bem-vindas.

A Somos Nuvem é uma empresa com grande experiência em fornecer serviços e soluções Google para empresas, apoiando as organizações no levantamento de necessidades, definição do projeto e implementação. Fale com um especialista e entenda como a sua empresa pode se beneficiar com as soluções Google.