Empresas inovadoras: 5 dicas do Google para a sua chegar lá

Qual o segredo de empresas inovadoras como Google, Uber, Facebook, Netflix e Airbnb? À primeira vista, o que elas têm em comum são negócios baseados em tecnologia. Mas, além disso, essas empresas nutrem uma cultura de inovação, da qual se beneficiam funcionários, consumidores e, claro, a própria companhia.

O Google é sempre referência ao falar de cultura de inovação. Isso porque de uma simples ferramenta de busca, a empresa tornou-se um verdadeiro império tecnológico e está em praticamente tudo que fazemos e vemos online. Todo esse crescimento é devido à preocupação da empresa em favorecer a inovação. Os funcionários têm horários flexíveis, opções de recreação durante o trabalho, lanches e guloseimas à vontade e podem deixar a estação de trabalho com sua cara.

Mas a cultura de inovação da empresa não se resume a esses benefícios para tornar o ambiente propício para que as ideias apareçam. Mais do que isso, os esforços do Google concentram-se em tornar todo o ecossistema favorável ao trabalho criativo. E isso inclui desde uma mesa personalizada até a organização hierárquica da empresa. Para entender melhor o que significa e como fazer essa cultura das empresas inovadoras acontecer em seu negócio, confira cinco dicas do próprio Google:


1. Foque na experiência do usuário

O que posso fazer para melhorar a experiência do meu cliente hoje? Essa é a pergunta que deve nortear os funcionários do Google ao elaborar um novo projeto.

Mais importante do que superar a concorrência, empresas inovadoras devem ocupar-se em facilitar a vida de seus consumidores. O lucro e o reconhecimento são consequências desse esforço.

A cada dia, o Google busca soluções para entregar um serviço melhor aos usuários. Não é a toa que a companhia tem o serviço de e-mail e o buscador mais usados do mundo.


2. Invista em tempo para inovar

O Google acredita que seus funcionários precisam de tempo para ter ideias inovadoras. É por isso que a empresa trabalha em um esquema chamado 70/20/10.

Desde o início de suas atividades, a companhia orienta os funcionários a ocuparem apenas 70% de seu tempo de trabalho com projetos dedicados ao negócio principal da empresa.

Os outros 30% são divididos da seguinte forma: 20% para projetos de relacionados ao negócio principal e 10% para ideias que não têm nenhuma relação com o foco da empresa.

O objetivo é otimizar o tempo dos funcionários. Dessa forma, os colaboradores concentram esforços no negócio principal da empresa, mas também são incentivados a avançar em outras direções.


3. Teste, falhe e comece de novo

O Google tem inúmeros casos de sucesso. Mas também coleciona fracassos. Ideias como o Picnik, o Quickoffice, o Buzz e o Meebo são apenas alguns dos projetos descontinuados pela empresa.

E nada disso é sinônimo de vergonha. Uma característica das empresas inovadoras é a capacidade de aprender com seus próprios erros e extrair o melhor de seus fracassos.

O Google não tem medo de errar. E as falhas servem de combustível e inspiração para novos projetos.


4. Empresas inovadoras buscam ser 10x melhor

Melhorar 10% ou 10 vezes mais? Para o Google, a resposta para essa pergunta será sempre a segunda opção. Por isso, as metas da empresa são tão ousadas.

Melhorar 10 vezes mais é o mesmo que melhorar 900%. Diferentemente de metas modestas, melhorias assim implicam em redesenhar projetos inteiros. Começar do zero se for preciso.

Impor desafios assim é o impulso para que surjam novas ideias, cada vez mais inovadoras. Ainda mais quando se trabalha uma cultura de cooperação, em que todos na equipe se empenham em prol do desenvolvimento do projeto.


5. Compartilhe ideias e incentive a colaboração

Um dos pilares da cultura de empresas inovadoras, como o Google, é o trabalho em equipe. A companhia acredita que as ideias podem vir de qualquer lugar e vê a colaboração como ponto de partida para soluções arrojadas.

No Google, os funcionários são incentivados a colaborar e não a competir. Não importa o cargo que ocupam, do estagiário ao CEO, todas as ideias são consideradas e encorajadas.

A companhia dá tanta importância para a colaboração que imprime essa marca até em seus produtos. Ferramentas como o GSuite (pacote de soluções para escritório) e a Google Cloud Plataform (suíte de computação em nuvem) são essenciais para empresas que são ou querem ser inovadoras, porque facilitam a cooperação em tarefas corporativas, integrando membros da equipe em projetos.


Dica da Somos Nuvem: a capacitação deve ser constante

Empresas inovadoras como o Google tendem a montar equipes também inovadoras. É por isso que a companhia prioriza contratar funcionários que não apenas atendem aos requisitos técnicos, mas que também busquem capacitação constante.

A própria companhia investe no crescimento de seus colaboradores porque acredita que pessoas criativas e inovadoras estão sempre se atualizando, estudando, fazendo cursos e buscando novas informações.


Respire inovação

Não importa a área que a empresa atua, tampouco o tamanho do negócio. É possível fazer a diferença com inovação. E para isso que isso aconteça, é necessário que a companhia e seus colaboradores estejam engajados em uma cultura que favoreça as boas ideias.